Salve o seu cabelo

Salve o seu cabelo



O cabelo precisa de cuidados o ano todo, mas no verão a atenção deve ser redobrada. Veja como deixar os fios saudáveis, macios e a cor impecável

Não há cabelo que resista a temporada de sol, vento, água do mar ou da piscina.

Os fios perdem o brilho, ficam ressecados, arrepiados e o visual espanta qualquer um. Antes de apelar para a tesoura e radicalizar experimente os tratamentos de ponta oferecidos nos salões para recuperar as estruturas internas e devolver a hidratação.

O verão exige visitas mais freqüentes ao salão. Ainda mais se os cabelos já passaram por processos químicos, explica o cabeleireiro Júlio César, especializado em recuperação de cabelos danificados, do salão Jacques Janine, em São Paulo.

As fórmulas dos tratamentos milagrosos quase sempre levam doses maciças de queratina, proteína, vitaminas antioxidantes e extratos vegetais. Tudo aquilo que combina com a própria constituição do fio. Selecionamos cinco tratamentos incríveis para você ter seus cabelos renovados e lindos.


1. Tratamento poderoso.

Nome do método: Photon Hair Uom.

Os salões estão apostando na dobradinha hidratação e luz fotônica para recompor a estrutura capilar.

Por enquanto o tratamento só é possível graças a um aparelho exclusivo da empresa de cosméticos Tânagra, mas que já invadiu os melhores endereços de beleza. Ele permite que ondas de luz geradas por partículas de fóton, em contato cornos cabelos previamente preparados com uma queratina especial e outros ingredientes emolientes, alinhem as escamas dos fios em apenas uma única aplicação.

O método da reconstrução fotônica proporciona aos cabelos mais resistência, hidratação, maleabilidade e brilho. Além disso, cabelos afros e extremamente enrolados se beneficiam no sentido de domar o volume. A própria Tânagra desenvolveu os produtos que são compatíveis com o aparelho.

Na linha, além da queratina especial, há mais de 100 tipos de fórmulas voltadas para a hidratação e o tratamento do couro cabeludo.

2. Mais macios.

Nome do método: Hidratação em seis passos.

Fios ásperos, opacos e sem brilho necessitam de doses extras de hidratantes. Muitas empresas desenvolveram as hidratações em cinco ou seis passos. Bons exemplos: Glynett, Lanza e Nutra-Hair, entre outros. A ideia desse tratamento é eliminar a porosidade do fio e proporcionar brilho e elasticidade.

Os princípios ativos das fórmulas agem devolvendo água para os fios e impedindo que eles percam umidade também. São produtos à base de óleo de macadâmia, composto de ervas, óleo de semente de uva e de gérmen de trigo, ureia e Lanolina.

De forma geral, a hidratação começa com a higienização profunda dos fios e do couro cabeludo. As cutículas se abrem para facilitar a penetração dos ingredientes. O segundo passo consiste em banhar os fios por uma camada generosa de hidratantes. No terceiro, quem entra em ação é a queratina pura que irá preencher as escamas danificadas. O quarto passo, geralmente, oferece um produto que irá selar as cutículas para que nada do que foi colocado escape.

No quinto e no sexto passos os profissionais costumam aplicar finalizadores e hidratantes sem enxague. O ideal é fazer uma hidratação profunda pelo menos uma vez por mês e, depois de uma temporada de sol, intensificar o tratamento a cada 15 dias, sugere Dudu, cabeleireiro do HBY Spa, no Rio de Janeiro.

3. Fim dos arrepiados.

Nome do método: Cauterização.

A cauterização virou febre nos salões e as mulheres andam falando maravilhas do tratamento. Cada aplicação demora cerca de uma hora e meia, mas os resultados compensam o tempo perdido. O intuito da técnica é devolver a queratina aos fios, que foi perdida devido as constantes agressões dos agentes externos (sol, vento, atrito, excesso de banho de mar ou de piscina) e, sem dúvida, pelas químicas de tintura e de alisamentos. Em seguida, a chapa de cerâmica sela a queratina que foi devolvida aos fios.

A queratina superconcentrada age de duas formas: preenche os buracos microscópicos que ficam nos fios desvitalizados e também faz às vezes de escudo protetor. Ela penetra no fio, preenche as escamas danificadas e depois ainda protege os cabelos de agressões externas, explica Júlio César. Com isso, além de ficar saudável, o cabelo fica maleável, sem fios arrepiados e até com aparência de estar mais liso garante Júlio.

O número de sessões indicado vai depender do estrago no cabelo. Aqueles muito danificados precisam fazer cerca de 4 sessões, uma por mês. Já os menos comprometidos podem se submeter a umas 3 sessões, uma a cada 40 dias. A cauterização só não é indicada para os cabelos que estão saudáveis. Nesse caso, há queratina suficiente nos fios e, em excesso, a substância torna o cabelo tão rígido que ele pode partir.

4. Lindo e liso.

Nome do método: Escova francesa.

Diferentemente da escova temporária e da escova definitiva, o intuito desse tratamento não é apenas deixar os fios mais lisos. Produtos específicos compostos de aminoácidos e emulsões de silicone seguram melhor as moléculas de proteínas na fibra capilar. O fio fica mais pesado, o volume é reduzido e o processo funciona também como um tratamento, deixando os cabelos sedosos e com muito brilho. Como é progressiva e temporária, a escova francesa deve ser refeita até que se alcance o resultado desejado.

Gostou? Deixe um comentário ai em baixo e veja este artigo sobre saúde e beleza!




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Embelezar seu Cabelo, tratamentos...